Que Cuidados Você Deve Ter ao Escolher uma Franquia

A vantagem é começar o negócio com uma marca reconhecida, mas é preciso tomar alguns cuidados ao escolher uma franquia.

Ser seu próprio chefe, contar com um amplo plano de marketing, representar um nome reconhecido no mercado. São muitos os benefícios de escolher uma franquia para começar a empreender, mas são necessários muitos cuidados; o primeiro deles é fazer uma autoanálise corajosa: identificar as próprias qualidades como líder, gestor de pessoal, a capacidade para lidar com fornecedores e credores, de explorar os recursos da internet para divulgar o negócio e, principalmente, a poupança necessária para sobreviver – e pagar as contas – pelo tempo necessário até que a franquia comece a dar retorno financeiro.

escolher franquia

Identificar-se com o negócio em que vai trabalhar também é importante. Existem opções para todos os gostos: Igui (piscinas), Poderoso Timão (material esportivo, identificado com o Corinthians), D’pil (cuidados estéticos em domicílio), Casa do Sorvete Jundiá e Pink Biju (acessórios pessoais) são exemplos de franquias que cresceram mais de 300% nos últimos cinco anos.

+ Confira também: Franquias de até R$10.000

Quem gosta do que faz no dia a dia profissional tem mais possibilidades de atingir o sucesso. A pesquisa é fundamental. Sites como “Pequenas Empresas, Grandes Negócios” (www.revistapegn.globo.com), “Exame” (www.exame.abril.com.br) e o nosso site Franquias Baratas reúnem informações sobre mais de cem franquias, com suas vantagens e desvantagens.

Depois de escolher as principais opções, é importante avaliar os sites das franqueadoras, verificar se elas são associadas à Associação Brasileira de Franchising (ABF: site www.portaldofranchising.com.br) e também conversar com franqueados para confirmar os dados (conheça pessoalmente lojas em horários diferentes, especialmente as piloto, uma espécie de vitrine das franquias), a capacidade financeira e o histórico da franquia antes de fechar o negócio.

franquias negócios

Na hora de dimensionar o negócio, é fundamental identificar os valores envolvidos na nova empresa: taxa de franquia, royalties, COF (circular de oferta de franquias, que estabelece todas as condições do negócio), investimento inicial, prazo de retorno, taxa de propaganda e território da franquia devem ser muito bem estudados, para que o projeto tenha condições de sobrevida.

Isto é importante não apenas para o empreendedor, mas também para o pessoal a ser empregado: 52% das vagas de trabalho são disponibilizadas pelas micro e pequenas empresas, número que demonstra a responsabilidade social que recai sobre os novos empreendedores. Existem escritórios de advocacia especializados em analisar estes negócios: este é mais um dos investimentos necessários, que deve ser somado ao de contadores.

Também é importante identificar o potencial da região em que a franquia será instalada. Lanchonetes, por exemplo, costumam dar bons resultados quando instaladas próximo a escolas e centros de comércio, mas certamente apresentarão um retorno ruim se o local estiver saturado com serviços de alimentação.

Com tudo em ordem, abra o negócio, procure assessoria e comece a trabalhar. Não se esqueça: é preciso investir dinheiro e muito tempo para abrir uma franquia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *