As Melhores Franquias – Como Ter uma Franquia?

Conheça algumas das franquias mais bem avaliadas pelos empreendedores. São excelentes oportunidades de negócios.

O que é uma franquia? É um método de administração de acordo com o qual o detentor de uma determinada marca – o franqueador – cede ao franqueado o direito de explorar a marca, patente, infraestrutura, identidade visual, treinamento de pessoal, know-how, mediante o pagamento de uma taxa inicial e de royalties mensais, além de percentuais para custear as ações de marketing.

Como Ter uma Franquia de Sucesso

melhores franquias

Com uma franquia, o novo empreendedor entra no mercado com uma marca conhecida e aprovada pelos consumidores. É possível desenvolver ações publicitárias adicionais, sempre com o aval da matriz, que já desenvolve diversas ações, como anúncios comerciais em rádio, TV, internet, jornais e revistas, outdoors e ações promocionais. Na hora de escolher o negócio, é preciso verificar se a marca é bem aceita e também o prazo previsto para retorno do investimento: durante dois ou três anos, as despesas serão superiores às receitas.

Franquias de lanchonetes, lavanderias e lojas de doces exigem um ponto comercial (e cada franqueador define metragem mínima e o local, como uma praça de alimentação em shopping centers). No entanto, para quem tem pouco dinheiro e não tem espaço físico para implantar o negócio, é possível começar a empreender.

Tempero da Terra (alimentação), Auto SPA Express (lavagem de carros em domicílio), Light Depil (tratamento estéticos), Objetiva, Ideal, The Place Sistemas e Webzero (serviços gerais), Kids Club (escola de idiomas), Seu Professor (cursos e treinamentos in loco) são exemplos de franquias que podem ser administradas da própria residência ou de um pequeno escritório, com um investimento inicial total entre R$ 3 mil e R$ 25 mil. No site da revista “Pequenas Empresas, Grandes Negócios” (www.revistapegn.globo.com), é possível adquirir mais informações.

+ Confira: Franquias de Baixo Custo – Lista de Franquias

grandes franquias

A Ambev, por exemplo, fabricante de refrigerantes e cervejas, oferece seis opções de franquias. O “Nosso Bar” exige um investimento inicial de R$ 28 mil, com retorno entre 12 e 20 meses, além do ponto comercial. O “Chopp Brahma Móvel” é um carrinho totalmente decorado e equipado com guarda-sol, para servir um chope geladinho, tirado na hora. O investimento inicial é de R$ 10 mil e a fabricante garante retorno em 12 meses. A principal vantagem é a desnecessidade de um ponto fixo.

O “Quiosque Chopp Brahma” é ideal para locais com fluxo intenso de pessoas, como shopping centers e hipermercados. De acordo com o espaço disponível, é possível instalar mesinhas para os clientes, além dos bancos altos junto ao balcão. O quiosque também serve salgados prontos e lanches rápidos. O investimento é de R$ 25 mil (fora o ponto) e o retorno acontece entre 18 e 24 meses.

Existem ainda opções mais caras, como a franquia “Seu Boteco” (investimento de R$ 500 mil) e a loja “Chopp Brahma Express” (R$ 80 mil iniciais). Todas são boas opções, mas o empreendedor deve avaliar a sazonalidade e a legislação local, que pode ter restrições sobre o uso do espaço público.

Como Abrir uma Franquia de Roupas

Dez em cada dez brasileiros possuem o sonho de ter o seu próprio negócio. Entretanto, todos sabem o quão é difícil entrar no mercado e tornar uma marca renomada.

Quem deseja iniciar um negócio já com um público certo e com um bom nome na praça, tem como opção investir no sistema de franquias. Com um investimento inicial, é possível abrir o próprio negócio, porém, com o respaldo de uma marca famosa, tanto no auxílio com as instalações e treinamento de pessoal, como planejamento de ações de marketing.

É possível abrir franquias dos mais variados departamentos: alimentação, bebidas, serviços, educação, etc. Entretanto, um ramo que vêm sendo muito promissor, inclusive devido ao crescimento do setor nos últimos anos, são as franquias de roupas.

franquia de roupas

Franquia de Roupas

De acordo com pesquisas, o setor de franquias de roupas obteve um crescimento de 16,2% em 2012, comparando-se com o ano de 2011. Tal crescimento é devido ao aumento do consumo da nova classe média.

Este é um excelente momento para abrir uma franquia de roupas, já que as previsões de crescimento para o setor durante os próximos é de, no mínimo, 16%!
Como Abrir Uma Franquia de Roupas?

Selecionamos abaixo algumas dicas para quem deseja abrir sua franquia de roupas. Confira:

Conheça o consumidor: Analise e tenha mente qual o tipo de público que irá atingir, como classe A, B ou C. tal quesito é importante pois, conhecendo o seu público, você saberá em quais marcas deverá investir – populares, de grife etc.

Avalie os concorrentes: Assim como qualquer negócio, antes de abrir sua franquia de roupas, estude os concorrentes próximos. Analise quais serão os diferenciais do seu negócio e entenda o saiba o que não fazer de errado, baseando-se nos erros dos concorrentes.

Atenção às estações do ano: Nos negócios que sobrevivem de moda e tendências, é importante elaborar planejamentos específicos e diretos para cada estação do ano. Afinal, assim como mudam as estações, muda também a procura e aceitação de determinada peça.

franquia de roupas

Franquias de Roupas Baratas

Empreendedores com pouco capital para investimento devem optar pelas franquias de roupas mais baratas. Alguns exemplos são:

Via Direta: Marca especializada em moda jovem sportwear, atuando no mercado há mais de 17 anos. O investimento inicial para abrir uma franquia da empresa varia entre R$97 mil e R$135 mil, com uma média de R$50 mil de faturamento bruto.

Recruta: Rede especializada em moda jovem, desde jeans à camisetas, passando por vestidos e moletons. Dependendo do tamanho da loja escolhida, o investimento varia de R$90 mil à R$130 mil. O retorno do investimento é fixado entre 20% e 25%, num prazo máximo de 24 meses.

Franquias de Roupas Famosas

Já quem tem um capital maior, pode investir em franquias mais conhecidas e renomadas, que certamente gerarão um lucro bruto maior. Dentre os cases de sucesso, as redes mais buscadas pelos empreendedores de grande porte são:

M. Officer

A famosa rede de vestuário iniciou suas atividades no sistema de franquias em 197 e, atualmente, conta com 19 lojas. O investimento inicial dos novos franqueados gira em torno de R$300 mil à R$450 mil, e o retorno do valor é obtido entre 34 e 36 meses.

Hering Store

Especializada em moda básica, a Hering Store atua no mercado de franquias desde 1993. Para abrir uma loja, é preciso investir, no mínimo, R$400 mil, além de uma taxa de franquia de R$40 mil. Por ser uma marca conhecida nacionalmente, os lucros são altos, cerca de R$160 mil mensais.

Antes de abrir uma franquia de roupas, é interessante consultar a ABF (Associação Brasileira de Franchising), a fim de confirmar se o sistema de franchising escolhido é cadastrado na associação, e cumpre com todas as regras impostas pela lei!

Como Abrir uma Franquia de Sorveteria

sorveteria

Com uma franquia de sorveteria, é possível obter bons lucros, mas alguns cuidados são necessários.

O Brasil ainda é um consumidor de sorvetes bastante discreto: são 4,7 litros por habitante/ ano. Enquanto isto, cada neozelandês delicia-se com 26,3 litros anualmente. Para quem quer abrir uma franquia de sorveteria, no entanto, isto não é motivo para desânimo: significa apenas que o mercado nacional tem muito espaço para crescer, principalmente considerando que somos um país tropical (na maioria do território).

Como Abrir uma Franquia de Sorveteria

O sorvete é visto como uma sobremesa refrescante e, por isto, reservado aos dias quentes. Este é o principal ponto a ser considerado por quem quer empreender e abrir uma franquia de sorveteria: a sazonalidade. Com o negócio montado, é preciso investir os lucros obtidos no verão para os períodos mais frios. Esta regra, é claro, não se aplica para as regiões Norte e Nordeste, onde a diferença das estações se resume a chuva e seca.

Seja como for, as sorveterias – especialmente as franqueadoras, que possuem as maiores redes do país – estão investindo pesado na propaganda do consumo da iguaria também no frio; afinal, o sorvete é um alimento altamente calórico e pode fornecer a energia extra, necessária no inverno.

Opções de Franquias de Sorveteria

As franquias de sorveteria que mais crescem no país são a Jundiá, Chiquinho Sorvetes, Cold Stone Creamery (americana), Freddo (argentina), Ice Mellow (parceira da Kibon, o que aumenta a credibilidade da marca), Sanduka, Sorvete Itália e Taperebá Sorvetes.

Ao todo, o mercado de sorvetes movimenta R$ 350 milhões por ano. De acordo com a Associação Brasileira de Franquias (ABF), das 18 marcas comercializadas no país, dez migraram para o sistema de franquias.

O investimento inicial, no entanto, é bastante alto, considerando taxa de franquia, aluguel do ponto de venda, contratação de pessoal, etc.: não sai por menos de R$ 100 mil.

Quem tem pouco dinheiro para investir, mas quer atuar neste nicho de mercado, pode optar pelas máquinas de sorvete expresso (uma espécie de fast food dos sorvetes). Não se trata, porém, de uma franquia. O empreendedor compra os equipamentos (entre R$ 12 mil e R$ 30 mil) e negocia o ponto de venda (em geral, na entrada de bares e sorvetes). Mesmo assim, neste caso, é possível contar com estrutura de propaganda, já que as máquinas estão vinculadas a determinadas marcas.

Qual o Melhor Ponto para esse tipo de Franquia

Para instalar uma franquia de sorveteria, é preciso escolher muito bem o ponto de venda. Locais movimentados, como ruas comerciais ou próximas a escolas e universidades sempre atraem novos clientes. Um dos principais problemas da franquia é que não se pode inovar: é preciso seguir as receitas definidas pela franqueadora.

No caso de instalação perto de escolas, é preciso ter em mente que o movimento vai registrar uma queda considerável nos meses de férias e, portanto, é preciso definir estratégias de marketing para atrair novos públicos. Isto, no entanto, geralmente fica a cargo da franqueadora.

Dicas e Pontos Importantes

O sorvete é um alimento perecível; portanto, é preciso muito cuidado para seguir atentamente as regras definidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Também é necessário equipar a sorveteria com todos os itens previstos no contrato de franquia, caso estes não sejam cedidos.

O ponto de venda deve ser dotado de pias na cozinha, o salão deve ser atraente; o padrão também e definido pela franqueadora, mas sempre é possível aliar alguns diferenciais, como um espaço para crianças, ou uma juke box, se o público alvo for composto de adolescentes e jovens.

Microfranquias de Até R$10.000 (Dez Mil)

As microfranquias seguem as mesmas regras de uma franquia comum. A diferença é que são mais baratas.

Apesar de a legislação brasileira (Lei das Franquias Empresariais) definir microfranquias como empresas com custo inicial de menos de R$ 50.000, pouca gente tem este capital disponível para aplicar em um novo negócio. Por isto, fomos pesquisar opções para quem tem pouco dinheiro, mas muita vontade de empreender, e encontramos microfranquias por menos de R$ 10.000.

O importante, para o novo empresário, é entender que não importa o volume do investimento: é preciso trabalhar com vontade, esquecer passeios e viagens – ao menos durante o primeiro ano – e, como as microfranquias baratas são geralmente sediadas na própria residência, o empreendedor vai desenvolver praticamente todas as atividades do novo negócio.

microfranquias

Microfranquias de Até R$10.000

Além disto, quem tem pouco dinheiro para investir tem uma margem de erro menor ainda. É necessário avaliar muito bem todos os aspectos do novo negócio, para não colocar “todos os ovos em um cesto só” e em pouco tempo perder as oportunidades e a poupança.

Smartz

É um serviço de reforço escolar (especialmente em português, matemática e inglês). Neste caso, é necessário ter um ponto comercial, mas o investimento é baixo: R$ 3.400, com retorno em 12 meses, em média. A empresa garante ter metodologia exclusiva e as microfranquias têm exclusividade de território. O link é www.smartz.com.br/franquias.

Gigatron

Empresa de tecnologia, com produtos voltados para a gestão. O público alvo são os prestadores de serviços. A microfranquia da Gigatron é indicada para empresas como lojas de telefonia ou informática, escritórios de contabilidade, etc. A ideia é usar o banco de clientes para oferecer os produtos administrativos. O investimento é de R$ 5.000, acrescidos de taxa de propaganda na internet de um terço do salário mínimo e propaganda convencional proporcional ao faturamento. A empresa oferece outras opções de franquia, disponíveis no site www.gigatron.com.br.

Auto Brasil

Franquia home-based para a venda de rastreadores e bloqueadores veiculares e prestação de assistência automotiva. Não é necessária a formação de estoques e o atendimento tem cobertura nacional. O franqueado apenas vende os planos de atendimento, enquanto a Auto Brasil se responsabiliza pela instalação dos equipamentos e prestação de serviços. O investimento inicial é de R$ 4.700. Os interessados podem conhecer mais detalhes no site www.autobrasilfranquias.com.br.

Auto Spa Express

Serviço de lavagem em domicílio, sem uso de água, importante diferencial de marketing para quem se preocupa com o meio ambiente. O investimento inicial é de R$ 9.900. No valor, estão incluídos os equipamentos, acessórios e material para a lavagem, uniforme, treinamento, participação no site Auto Spa para captação de clientes, além de 40 cursos de empreendedorismo online. O site é www.autospaexpress.com.br

Light Depil

O site da empresa (www.lightdepil.com.br) informa que é o primeiro serviço no Brasil a oferecer depilação a luz pulsada em domicílio. O investimento inicial é de R$ 9.000. A Light Depil não cobra taxa de franquia. A empresa exige que as microfranquias sejam instaladas em cidades com mais de 30 mil habitantes.

Franquias de Baixo Custo – Lista de Franquias

Ser dono do próprio negócio é o sonho de todo brasileiro. Dentre as muitas opções de modelo de negócio adotadas por quem está iniciando no ramo do empreendedorismo, as franquias são as mais procuradas.

Para quem deseja se tornar um franqueado, mas possui um baixo valor para investimento, é possível apostar nas franquias de baixo custo, as quais concentram atividades em todos os setores.

Para auxiliar os futuros franqueados, selecionamos neste artigo algumas opções de franquias de baixo custo, nos setores de estética, alimentação e prestação de serviços. Saiba como abrir um negócio, investindo bem menos do que o exigido pelas grandes redes de franquia.

franquias de baixo custo

Franquias de Baixo Custo

Mr. Kids

Com apenas R$15.000 iniciais, é possível se tornar um franqueado Mr. Kids. A empresa, fundada em 2009, é especializada na comercialização de produtos infantis, através de equipamentos do tipo “vending machines”.

No valor total do investimento já estão inclusas as taxas de franquia e de instalação dos equipamentos. O retorno do capital investido dá-se em aproximadamente 6 meses.

Seguralta

A Seguralta é uma empresa inaugurada também em 2009, e já conta com mais de 300 franquias. Especializada na venda de seguros, a corretora oferece diversos tipos de franquias, onde a mais barata custa R$15.500,00. Com faturamento de R$6.000,00, o retorno do valor investido dá-se entre 12 a 15 meses.

Diferente de outras empresas, não um padrão de instalação, sendo possível – inclusive – montar a empresa no esquema “home-office”.

Spa das Sobrancelhas

A rede Spa das Sobrancelhas, fundada em 2007, oferece um serviço inovador no setor de beleza e estética: é especializada nos cuidados com as sobrancelhas, tanto masculinas quanto femininas.

Para se juntar a um dos 35 franqueados da rede, o valor do investimento é de R$49.000,00; cujo faturamento médio é de R$35.000,00. Entre 8 e 10 meses o franqueado já pode receber o retorno do valor investido inicialmente.

Emagrecentro

Com 198 unidades franqueadas distribuídas pelo país, a Emagrecentro é uma rede especializada em oferecer tratamentos de beleza e estética.

Com investimento inicial de R$39.000,00 (onde já estão inclusos os equipamentos necessários, além de algumas reformas no local escolhido para a instalação do estabelecimento), a franquia possui um faturamento médio mensal de R$ 25.000,00; com retorno do investimento em apenas 6 meses.

Pop Idiomas Interativos

Quem busca alternativas de franquias no setor da educação, tem como excelente alternativa a Pop Idiomas.

A franquia, direcionada especialmente para públicos das classes C e D, demanda um investimento de R$35.500,00; com um rendimento médio mensal de R$22.000,00 – para uma carteira com 210 alunos. Quanto ao espaço, a empresa exige locações com, no mínimo, 50 metros.

O retorno do investimento inicial, no caso de uma escola com cerca de 210 alunos, varia entre 10 e 18 meses.

Existem muitas opções de franquias de baixo custo, cabendo apenas ao futuro franqueado pesquisar e definir qual dela se adequa perfeitamente a seu estilo de vida e valores disponíveis. Utilize nossas dicas e busque mais informações com as empresa citadas!

Como Abrir o Próprio Negócio – 10 Dicas

Para abrir o próprio negócio e obter sucesso na nova empreitada, o planejamento é fundamental. Além de obter todas as informações sobre o mercado que irá explorar, é importante estudar também sobre os principais pontos das estratégias de marketing e financeira.

Se está pensando em se tornar o próprio chefe, este post é especial para você! Selecionamos algumas dicas de como criar o planejamento empresarial ideal para a abertura do novo negócio, todas disponibilizadas pela estilista, consultora de moda e franqueadora Maria Zeli. Confira!

Como Abrir o Próprio Negócio

10 Dicas para Abrir o Próprio Negócio

Elabore seu plano de empresa: Faça uma pesquisa profunda sobre o mercado no qual deseja atuar e descubra se haverá um bom retorno financeiro. Além disso, defina as estratégias que serão utilizadas para o lançamento do negócio.

Mapeie e controle os gastos, despesas e todos os custos: Iniciar o novo negócio com um excelente controle financeiro é imprescindível. É importante ainda sempre contar com gastos extras, os quais serão inevitáveis até a conclusão final do projeto.

Atente-se à escolha dos sócios: Os sócios devem ser escolhidos “a dedo”. Opte por companheiros que possuam a mesma visão de negócio, compartilhando dos mesmos objetivos.

Busque parcerias que entendam do ramo: Para conseguir diferenciar-se entre os concorrentes, é essencial trabalhar com colaboradores que já entendam e estejam familiarizados com o ramo escolhido e, preferencialmente, mais do que você.

Fique no olho nos valores dos investimentos: Controle e analise bem todos os possíveis investimentos de capital na nova empresa. Antes de solicitar empréstimos saiba, exatamente, qual o capital necessário.

Busque auxílio contábil: Além de abrir a empresa, o contador será responsável por dado todo o respaldo necessário quanto a taxas, impostos e tributações.

Gere lucro, garanta o retorno dos investimentos: Ao lançar um novo negócio, é importante saber que nos primeiros meses o lucro financeiro será para “compensar” todos os investimentos feitos na empresa. Uma parte dos lucros iniciais será direcionada à manutenção do capital de giro essencial. Já a outra parte será responsável pelos investimentos para a geração de alavancagem.

Como Abrir o Próprio Negócio

Uma boa opção para novos empreendedores que desejam adentrar ao mercado é o sistema de franquias. Vale frisar que todos os direitos e deveres das franquias e dos franqueados estão cobertos pela Lei Federal nº 8955, de 15 de dezembro de 1994. Uma prova de que este é um rentável negócio é a baixa taxa de mortalidade do ramo: cerca de 22% das empresas unitárias abertas decretam falência em um prazo de dois anos após sua abertura. Quanto às franquias, este percentual não passa de 1%!

+ Confira: Como Abrir Uma Franquia – Passo a Passo

Analise os citados pontos e saiba se você tem espírito empreendedor, a ponto de abrir o seu próprio negócio. Em seguida, utilize as informações e faça um planejamento completo. Estude as principais estratégias para ter sucesso em sua nova empresa!

Como Abrir Uma Franquia – Passo a Passo

Ser dono do próprio negócio é o sonho de qualquer brasileiro que tenha o mínimo espírito empreendedor. Fazer os seus horários, ser seu próprio chefe e não precisar dar satisfações a superiores estão entre os motivos mais comuns apresentados pelos empreendedores aspirantes a franqueados.

Apesar de ser um setor lucrativo e com um baixo índice de falência (de acordo com o SEBRAE, apenas 15% das franquias brasileiras encerram as suas atividades antes dos 5 anos de vida), é preciso ter muita cautela, antes de ingressar no sistema de franchising.

 

Com o objetivo de auxiliar os futuros franqueados, selecionamos algumas dicas de como abrir uma franquia, sem correr o risco de se der mal no negócio. Leia nossas dicas!

Sistema de Franchising (Franquias)

Antes de tudo, é interessante saber o que é, de fato, um sistema de franquias.

Criado ainda no século 19, o sistema de franquias consiste no direito cedido por uma determinada marca ou empresa à terceiros, para que explorem e ofereçam seus recursos e serviços, bem como suas tecnologias administrativas e de negócios, à população – mediante o pagamento de taxas.

Vale salientar que o primeiro sistema de franquias do mundo foi implantado pela fábrica de máquinas de costura Singer.

abf franquias

Como Abrir Uma Franquia?

Primeiramente, é imprescindível que o futuro franqueado faça a escolha do segmento no qual deseja atuar, levando em consideração seus gostos pessoais. Não é viável, por exemplo, uma pessoa que não gosta de trabalhar à noite e em finais de semana optar por uma franquia de bares ou alimentar, por exemplo.

Para empreendedores novatos, é recomendada a escolha de franquias baratas, que exija um baixo investimento. Franquias famosas são recomendadas para empreendedores que já atuam no setor há mais tempo e, consequentemente, já são mais experientes.

Após definir o segmento, é hora de pesquisar: para saber se a franquia escolhida oferece riscos, ou ainda quais as qualidades do sistema esta análise é indispensável. Tal pesquisa pode ser feita através do site da ABF (Associação Brasileira de Franchising), pelo endereço http://www.portaldofranchising.com.br/.

infografico franquias

O terceiro passo é obter, diretamente com a empresa escolhida, todas as informações a respeito de taxas, investimentos, prazo de retorno, capital de giro necessário e, inclusive, simulação de lucros mensais e outros resultados. Com todas estas informações em mãos, já é possível se candidatar à abertura da franquia, com segurança.

+ Confira: Que Cuidados Você Deve Ter ao Escolher uma Franquia

É importante saber, ainda, que o prazo médio para que os lucros iniciem-se varia de 1 ano à 1 ano e meio após a abertura. Em meio a estes fatos, o sistema de franchising pode não ser uma boa escolha para quem busca por lucro rápido, a curto prazo.

Outro ponto essencial para ser dono de uma franquia de sucesso é ter perseverança, persistência e determinação. Afinal, é sabido que o equilíbrio entre as receitas e despesas pode levar até seis meses para surgir, dependendo do tipo de sistema de franquias.

Franquias de Alimentos – As Melhores e Mais Baratas

As franquias de alimentos são as mais indicadas para quem busca por alta lucratividade nos negócios. Afinal, o ramo da alimentação mantém-se aquecido por todo o ano: diariamente, milhões de pessoas fazem suas refeições fora de casa – desde lanches e pratos rápidos à refeições completas – seja em meio ao comércio popular ou dentro dos shoppings.

De acordo com pesquisas realizadas, já são mais de 250 mil franquias de alimentos distribuídas pelo país, sendo que só em 2011 mais de 20 mil foram inauguradas. Tais dados comprovam o sucesso de negócio e aguçam ainda mais a vontade de quem pretende entrar neste ramo.

Se você deseja se tornar um empresário do setor de franquias de alimentos, selecionamos neste artigo algumas informações importantes. Saiba como abrir uma franquia de alimentos, analisando as melhores oportunidades e definindo quais se adequam ao seu perfil pessoal.

franquias de alimentos

Quais as Franquias de Alimentos que Mais Crescem?

De acordo com pesquisa realizada pela ABF (Associação Brasileira de Franchising), os modelos de negócio que mais crescem quando se fala em franquia de alimentos são as redes de bares, restaurantes e pizzarias. Portanto, quem quer prosperar neste segmento, deve dar preferência a estas modalidades.

Quanto às marcas, podemos destacar as seguintes como as mais rentáveis do segmento:

  • Salomé Bar: Fundada em 2005, na cidade de Sorocaba (SP), a empresa trabalha o conceito de “bar boteco”. Com investimento de até 445 mil, oferece fatura mensal médio de 115 mil, com retorno de 24 a 36 meses.
  • Água Doce Cachaçaria: Com um investimento que varia de 365 a 975 mil, a Água Doce Cacharia é a maior rede de cachaçarias do mundo e investe no estilo de restaurantes com comidas e bebidas típicas do Brasil.
  • O Pedaço da Pizza: Já O Pedaço da Pizza aposta em uma forma diferenciada de servir pizzas. Disponibiliza pedaços ao invés de pizzas inteiras. A rede já ganhou diversos prêmios, incluindo premiações da Veja SP e do Jornal The New York Times. O investimento inicial é de 250 mil, com retorno entre 24 e 36 meses.

Franquias de Alimentos Baratas

Outro empecilho que assola os futuros franqueados do segmento alimentício são os altos valores das franquias. Porém, existem dezenas de opções de franquias de alimentos baratas, as quais oferecem ume excelente lucro bruto mensal. Nestes casos, como a maior parte das franquias são relativamente novas, é interessante analisar a cadeia de fornecedores, além de ter a certeza de que haverá um número satisfatório de consumidores.

Dentre as opções de franquias de alimentos baratas, podemos citar:

  • Casa da Empada: Salgados e bebidas – R$50.000 + taxa de franquia de R$15.000.
  • Espetinhos Mini: Espetinhos assados e bebidas – R$25.000 + taxa de franquia de R$15.000 a R$50.000.
  • Bello Pastel Express: Pasteis, salgados e bebidas – R$190.000 + taxa de franquia de R$40.000.

Principais Franquias de Alimentos de Sucesso

As principais franquias de alimentos, além de serem as mais rentáveis, são também as que possuem os mais altos investimentos. Se você tiver capital o bastante para investir e um grande negócio, confira abaixo quais as principais do segmento:

  • MC Donald’s: Abrir uma franquia da maior rede de fast-food do mundo não é uma tarefa fácil. Além de investir mais de 1 milhão de reais, dependendo do tamanho da loja, a rede precisa aprovar o local da instalação, bem como conhecer a fundo o candidato a franqueado. O processo de análise cadastral é meticuloso.

  • Bob’s: O investimento inicial para abrir uma franquia do Bob’s vai de R$330.000 a R$1.380.000. O faturamento médio gira em torno de R$150.000 e o retorno do capital inicial investimento é obtido entre 36 e 48 meses.
  • Subway: Para abrir uma franquia do Subway, o investimento inicial é acima de R$250.000. Porém, os valores exatos não são disponibilizados pela rede.

Franquia Rei do Mate também vale a pena ficar de olho! Nos últimos anos a marca cresceu muito e já está em quase em todos os estados do Brasil.

Utilize as nossas informações e inicie o planejamento para abertura de sua franquia de alimentos. Torne-se mais empreendedor neste ramo altamente promissor!

+ Confira também: Qual a Melhor Microfranquia de 2013

Franquias Virtuais Baratas e de Sucesso

Elas são opções de baixo custo: franquias virtuais podem representar sucesso profissional e independência financeira.

O e-commerce só faz crescer no Brasil. Em 2001, as vendas online significavam um montante de R$ 500 milhões (número bastante considerável). Já no ano anterior, foram negociados R$ 22,5 bilhões, o que significa que a população está cada vez mais disposta a comprar pela internet. Isto torna as franquias virtuais bastante atraentes para quem quer empreender e tem pouco dinheiro para investir.

Franquias Virtuais Baratas são Sucesso no Brasil

Franquias Virtuais

De acordo com a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, o mercado online já tem 42 milhões de consumidores no país, o que torna o segmento bastante atraente para os empreendedores, especialmente depois de promulgada a primeira legislação específica sobre os direitos dos clientes virtuais, que garante, por exemplo, a possibilidade de escolha da data e horário da entrega, arrependimento e devolução (mesmo com a embalagem aberta), garantia idêntica à de compras em lojas físicas (30 dias para produtos não duráveis e 90 dias para os duráveis), reclamações no próprio site do vendedor, além das páginas de associações dos direitos do consumidor. No caso de compras coletivas, o cliente não pode receber tratamento diferente do dispensado aos demais membros do grupo.

As franquias virtuais apresentam vantagens também para os empresários. Não existem custos com insumos (aluguel, eletricidade, água, etc.), não há necessidade, em muitos casos, de formação de estoques – a loja virtual apenas intermedeia as compras, apesar de responder solidariamente com o fabricante ou distribuidor, em caso de não entrega, defeitos ou danos nos produtos e serviços. No caso de importações, é preciso calcular os tributos incidentes e estar atento à variação do dólar.
[checklist]

[/checklist]
Franquias Virtuais

O baixo custo de investimento inicial e a possibilidade de retorno financeiro mais rápido, em comparação ao verificado com franquias físicas também atraem novos empresários para as franquias virtuais, que devem crescer 25% em 2013. No entanto, é preciso muita atenção na hora de avaliar o negócio, verificando todas as condições oferecidas e as contrapartidas exigidas, como metas mensais de vendas, por exemplo. Os cuidados e riscos para o franqueado virtual são os mesmos que podem recair sobre uma franquia física.

O franqueado deve conhecer profundamente os produtos que revende, para informar bem os clientes e, com isto, fidelizá-los. Também é necessário dispor de várias formas de pagamento – boleto bancário, cartões de crédito e débito, sites de compras seguras, etc. – e estar sempre atento às condições de entrega: no caso do boleto, o prazo começa a contar a partir da confirmação pelo banco; já para cartões de crédito, a transferência é imediata.

Franquias virtuais são um segmento relativamente recente e, por isto, ainda não têm instrumentos claros de marketing. É importante estar atento a inovações, verificar promoções no mesmo nicho de mercado, divulgar a loja eletrônica em redes sociais, sites de compras e, claro, ter familiaridade com as tecnologias digitais.

Franquias de cursos online também podem ser uma opção excelente para quem deseja ter uma renda extra, através de comissão por vendas, brasileiros já conseguem ganhar dinheiro com essa possibilidade.

Franquias Até 30 Mil Reais – Franquias de Baixo Investimento

Abrir uma empresa com um nome já conhecido e renomado no mercado. Esta é a principal característica que faz o sistema de franquias ser o modelo de negócio ideal e mais procurado por novos empreendedores.

Apesar da aparente facilidade, é preciso ir com cautela. Grande parte das franquias exigem altos investimentos, os quais nem sempre são acessíveis aos empreendedores.

franquias até 30 mil reais

Franquias de Até R$30 mil reais

Não é de conhecimento geral, mas o mercado brasileiro de franquias já conta com centenas de novos negócios que exigem investimentos menores, de até 30 mil reais. Estas são excelentes opções para quem quer abrir uma franquia, mas dispõe de capital limitado. Selecionamos neste artigo algumas dicas de franquias que custam até 30 mil. Confira e escolha a que mais de adequa ao seu perfil!

Acqua Zero: Com investimento de 10 mil reais e retorno deste valor em até 1 ano, a franquia Acqua Zero atua com a lavagem ecológica, enceramento e impermeabilização de estofados. A empresa foi fundada em 2009.

Home Angels: Contando atualmente com 145 franqueados, a Home Angels atua no mercado de assistência domiciliar de adultos e crianças, desde 2009. Para abrir uma franquia da rede é necessário investir 30 mil reais. A taxa de franquia gira em torno de 15 mil reais e o retorno é alcançado no período de 6 meses à 1 ano após a inauguração.

Jan-Pro: A rede Jan-Pro é uma empresa americana, especializada em limpeza geral de casas e estabelecimentos comerciais. Atualmente, a marca está presente no Brasil, Bahamas, Canadá, entre outros países. O investimento para abrir uma unidade da marca é de 11 mil reais, sendo obtido o retorno do investimento em até 1 ano.

Kumon: A Kumon é uma rede de escolas presente em mais de 45 países, focada na aprendizagem individual, exclusiva e planejada. Para ser um franqueado da rede é preciso investir inicialmente 25 mil reais. Diferente de muitas franquias, nesta não é cobrada taxa de publicada. A previsão para o retorno do investimento é de 18 a 24 meses.

Mídia Pane: Fundada em 2011, a Mídia Pane é uma empresa focada na publicidade através de embalagens de pão. Ao todo, já são mais de 59 franqueados distribuídos pelo país.  Com faturamento médio mensal de 13 mil reais, o investimento é de 10 mil reais e retorna em apenas 6 meses de operações.

Nosso Bar: O “Nosso Bar” é um modelo de bar idealizado pela Ambev. Para abrir uma unidade, é necessário dispôr de um espaço de 60 metros quadrados. A franquia é ideal para micro e pequenos empreendedores, e possui um investimento inicial de 28 mil reais + taxa de franquia de 20 mil. A estimativa para o retorno do investimento inicial é de 12 meses.

Number One: A Number One é uma escola de idiomas focada na língua inglesa, fundada em 1972. A empresa conta com três modelos de franquias, sendo a microfranquia o modelo mais econômico. Nesta opção, o investimento inicial é de 15 mil reais + taxa de franquia de 10 mil. O prazo para o retorno do valor investido inicia-se a partir do 6° mês.

Uma dica valiosa, antes de escolher a sua franquia, é consultar se a mesma pertence à ABF (Associação Brasileira de Franchising). Desta forma, o franqueado estará seguro quanto ao negócio!